segunda-feira, 22 de abril de 2013

Dominó


O jogo de dominó segue uma regra básica: exige a conexão sucessiva das peças pelas partes com indicações iguais.
Os dominós mais comuns trabalhados na Educação Infantil são de: cores, figuras, de correspondências indiretas (como um animal e sua pegada) ou de quantidades com 28 peças que representam as quantidades do 0 ao 6.
O grupo GEOOM em 2010 se mobilizou para construir um dominó gigante com caixas de leite longa vida, como mostra a Figura 1.


Figura 1 - Dominó tradicional


Fonte: Imagem captada pela pesquisadora Priscila Azevedo



As professoras que estavam trabalhando com as crianças de 2 a 4 anos confeccionaram o dominó de cores. Como mostra a Figura 2.


Figura 2 - Dominó de cores 


Fonte: Imagem obtida pela pesquisadora Priscila Azevedo



A professora Bianca trabalhou o jogo de dominó com as crianças, seguiu a proposta metodológica do registro pictórico do jogo, e gostou de saber como as crianças tinham compreendido o jogo. A Figura 3, a seguir, mostra a representação pictórica do jogo de dominó tradicional feita por uma criança de 5 anos. 

Figura 21- Desenho do jogo de dominó tradicional



Fonte: Imagem cedida pela professora Bianca


É importante começar o trabalho com o jogo de dominó na Educação Infantil e continuar no Ensino Fundamental, pois cada tipo de dominó representa um grau de dificuldade conceitual.

Ao trabalhar com o jogo de dominó é importante que o professor faça levantamento dos conhecimentos prévios das crianças. É importante também permitir  que as crianças brinquem livremente com as peças do jogo, antes de introduzir as regras. Percebemos com as experiências narradas pelas professoras participantes do GEOOM que as crianças gostam também de criar outros jogos a partir das peças do dominó e isso é muito bom para permitir que a criança desenvolva sua criatividade e imaginação.
Brincar de dominó é muito divertido, além de possibilitar a cooperação entre as crianças durante o jogo e a aprendizagem de conceitos matemáticos, principalmente os conceitos de igual e diferente. O professor pode também, num momento oportuno explorar com as crianças as características das peças.
Percebemos que ao jogar as crianças elaboram estratégias para o jogo e criam até uma linguagem que auxilia no cumprimento das regras. Por exemplo, uma turma de crianças de 5 anos, utilizou os termos "combina" e "não combina" para comparar as peças. 
Se apropriar das regras do jogo e entender as peças leva um tempo, por isso, é importante trabalhar com o jogo frequentemente, para que aos poucos as crianças se apropriem das regras. É importante explicar às crianças a lógica das peças, por exemplo, no dominó tradicional há um traço no meio e cada lado representa uma quantidade de círculos, pois algumas crianças podem contar todos os círculos da peça, sem separar os lados.

Você já trabalhou o jogo de dominó com sua turma? Como foi? Deixe aqui sua experiência e seu comentário sobre esta postagem.

Grande abraço,

Sucesso...

Priscila.


 

2 comentários:

  1. Olá Priscila, adorei este blog, muito interessante estas atividades como sugestão de trabalho! Grande abraço! Ana Patricia Veloso.

    ResponderExcluir
  2. NOVO OLHAR SOBRE A MATEMÁTICA, Jornal Beira do Rio, UFPA, Abril 2011,
    www.jornalbeiradorio.ufpa.br/novo/index.php/2011/124-edicao-93--abril/1189-novo-olhar-sobre-a-matematica

    MÁRIO SERRA - ENGENHEIRO, MATEMÁTICO E AMAZÔNIDA, Jornal Beira do Rio, UFPA, Ano XXVIII Nº 120. Agosto e Setembro de 2014,
    http://www.jornalbeiradorio.ufpa.br/novo/index.php/2014/152-2014-08-01-17-25-17/1618-2014-08-04-14-34-28

    RENATO PINHEIRO CONDURÚ (Belém-Pa, 25/08/1926 - 23/06/1974), ENGENHEIRO-MATEMÁTICO PARAENSE: INDO DO GUAMÁ ALÉM DO VAL DE CÃES ( solicite por e-mail: jbn@ufpa.br)

    ALGUMAS MULHERES DA HISTÓRIA DA MATEMÁTICA E QUESTÃO DE GÊNERO EM C & T.
    http://sitiodascorujas.blogspot.com.br/2013/06/mulheres-na-matematica.html

    CONSTANTINO MENEZES DE BARROS I - MATEMÁTICO QUE LIGA O PARÁ/BR AOS MAIORES CENTROS DO MUNDO E COMPARÁVEL AOS GRANDES ÍCONES DA HISTÓRIA DA MATEMÁTICA (II a V não publicados, disponível por e-mail), (Óbidos-Pa, 19/08/1931, Rio de Janeiro-RJ, 06/03/1983), Ex-Docente UFF e UFRJ,
    www.chupaosso.com.br/index.php/obidos/educacao/2149-vida-e-obra-de-constantino-menezes-de-barros

    PROFESSORA SANTANA: Candidata a Melhor Docente do Ensino Básico Paraense, Blog Chupa Osso, 23 Junho 2013, www.chupaosso.com.br/index.php/obidos/educacao/2453-proessora-santana-candidata-a-melhor-docente-do-ensino-basico-paraense

    SABER MATEMÁTICO E CULTURA INDÍGENA, blogue da AICL, 20 de Setembro de 2011,
    http://coloquioslusofonia.blogspot.com.br/2011/09/saber-matematico-e-cultura-indigena.html

    PAIRÉ CAMETAENSE: UMA BELA OBRA EM MATEMÁTICA E ENGENHARIA (não publicado, disponível por e-mail: jbn@ufpa.br)

    CONHEÇA MARIA LAURA MOUZINHO LEITE LOPES, UMA DAS PRIMEIRAS DOUTORAS EM MATEMÁTICA DO BRASIL!,
    http://encontrodejovenscientistas.com/2015/02/02/conheca-maria-laura-mouzinho-leite-lopes-uma-das-primeiras-doutoras-em-matematica-do-brasil/

    NASCIMENTO, J.B., GOMES, S.C. L., MAGNO, C. S. E MOREIRA, A. M. S. , CICLOIDE E BRAQUISTÓCRONA, www.sobralmatematica.org/preprints/preprint_2015_01.pdf, acesso fev/15

    ResponderExcluir